Sobre

Pode ter vindo de Casmurro, de Chimamanda; temos até quase o mesmo nome. Ou teria a ideia vindo de Tati? ou mesmo de Plath. Pode muito bem ter vindo de todes. Uma junção com a minha sede de escrever, de buscar, de conhecimento, de me autoconhecer.

Pode ser isso tudo aí.

Essa bagunça que ao deixar minha mente vai formando palavras, essa confusão que vai se reorganizando e tomando forma. Aqui ganham vida, independentes se tornam; sou apenas tutora, mera guardiã.

Então, escrevo para que nada fique preso. Sem repreensões, apenas deixando os pensamentos soltos ao ar, voarem sem cessar.

P.s: Por trás de todo esse emaranhado, essas ideias desvaneadas, resta apenas isto, uma pessoa, pode me chamar de Amanda.