Diário de devaneios V

Hoje não faço ideia do que escrever, a inércia me veio, o além do tédio por estar tantos dias trancada dentro de casa, olhando para as paredes e tentando não enlouquecer; nem pensar em enlouquecer. Esse diário é para ter uma sequência de sete dias, assim como fiz em diário de quarentena; uma semana comigo no inferno da minha mente (que demais!). E ainda estamos no quinto e já estou sem ideias.

Passei minha virada de ano sozinha em casa assistindo reality show desidratada e rindo de idiotices alheias; é o que acontece quando se esquece de beber água e se tem um organismo como o meu. O bom é que me diverti mais do que se estivesse saudável e fosse obrigada a ir a festa; mesma festa que causou um surto de covid na cidade, onde meu irmão pegou e passou para mim e minha mãe.

Entre está desidratada e está com covid, tive um dia feliz saudável; dia em que o governador do estado nos contemplou com sua ilustre presença vindo visitar a ponte quebrada entre os municípios e fazer muitas promessas. É o que digo, emoção na minha vida tenho de sobra.

Agora que já enchi isso de abobrinhas suficientes, me vou, até amanhã.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s