um consolo desabafo

Amanhã vai ser a primeira vez que vou sair de casa nessa pandemia em uma viagem. O que me chama para escrever esse texto é isto, essa ansiedade, uma inquietude do que virá, medo, não só do vírus como de mim. Como me comportarei lá fora? jogada de volta no mundo, ainda sei em sociedade viver?

Estou exagerando, eu sei. Não é como se não saísse de casa para nada, até para o trabalho vou. Mas volto, no fim do dia venho para casa, para a rotina de higienização, para um conforto conhecido. 

Encaro isso como mais um desafio, não sei como irei me sair. Tem a viagem, onde vou ficar, a clínica médica, as idas e voltas de lá… O que me conforta é ter tomado a vacina, mesmo que ainda somente a primeira dose, já me dá ânimo.

E esse texto não tem um propósito certo, é um consolo desabafo. Sem atualizações, reflexões, histórias, ironias. Somente um monte de palavras unidas para me acalmar.

2 comentários em “um consolo desabafo

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s