Contradição

Queria escrever sobre inverno, como esse começa trazendo meu nascimento, como outono acaba para dar lugar a ventos frios, a uma criança nascendo em uma tarde de sábado, em uma cidade pequena, apertada. Em meio a dias de santos, fogo alto, comida boa; não é de se admirar que a menina adore todos esses elementos, inverno, outono, fogueira, sábado, comer.

Não é de se admirar que 22 seja seu número favorito, muito menos junho ser seu predileto. Pode parecer tudo isso simples e previsto, mas não se engane, esse espírito veio em época fria em tarde quente, contradição lhe persegue. O avesso lhe domina por toda parte que anda.

E é vinda/indo por esse caminho torto/tortuoso que a menina/me vou… 

4 comentários em “Contradição

      1. Nossa! Parabéns, Amanda! Te desejo tudo o que você quer e precisa; que sua escrita e você própria seja luz neste momento de tanta escuridão. Muita paz para você, minha querida! Beijo.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s