Cinquenta

Dona Cila – Maria Gadú

Em um domingo calorento, fomos almoçar na casa da dona Maria; não me julguem, dona Maria não aceita não como resposta. Adoro almoçar por lá, e nunca antes soube dizer ao certo o porquê, a bagunça que ela deixa ao fazer a comida, a comida, sua presença gentil e sincera. Mas nesse domingo, vendo ela com os netos, crianças brincando na rua *como se não houvesse pandemia*, percebi que aquilo ali é meu quase canto de vó. Um pedaço de minhas avós que já não estão mais aqui.

Minha avó por parte de mãe nem cheguei a conhecer, morreu nos seus quarenta e poucos anos, uma senhora diziam, Dona Anelita, me admira a ideia de que em tal idade ela já era considerada senhora. Criou muitos filhos, roubava livros, incentivava a leitura mesmo em meio à pobreza, educação era tudo.

Minha avó por parte de pai, minha querida dona Loide, me tinha como neta preferida, me tinha na palma da mão, me conhecia pelo meu andar respirar. Ela torrava e moía o café em casa, esse cheiro ainda é um dos meus favoritos. Fazia bolinho de queijo frito, o melhor do mundo, cultivava um lindo jardim cheio de rosas; ainda hoje não posso com rosas.

Olhando aquelas crianças sem preocupação, sua avó brigando para não se machucarem no asfalto enquanto andavam de patinete; crianças da cidade grande soltas no interior. Me veio uma dor doída no meu peito, uma saudade profunda de minhas vózinhas. Ao escrever isso essa saudade permanece, lembranças minhas, lembranças criadas.

E não sei como a esse texto termina, tem tanto preso na garganta, mas não quero terminar de forma amarga. Quero ter gosto bom na boca, cheiro de café, cheiro de vó.

2 comentários em “Cinquenta

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s