Os dias tranquilos…

Tem dias tranquilos que nem me lembro do tempo à espreita. São dias leves de me sentir ótima; Mallu com certeza é companheira garantida.

Dias de me deitar e encarar o nada, sorrindo. De até, olhe só, limpar a casa dançando, sem minhas constantes reclamações.

Nesses dias tento, sem sucesso, não pensar no depois, no correr do tempo. No que vai vim a seguir. Pois, no meu ciclo, dias assim passam e os vendavais chegam, retornam em plena forma. E tento, muito, aproveitar dizendo a mim mesma que de qualquer maneira eles irão vir. É fato certo. Então, pra que desperdiçar a brisa do vento? 

Infelizmente, por mais lógica que use, nem toda a do mundo vai conseguir abafar os sussurros. Pois convenhamos, de nada adianta a lógica contra uma mente assombrava por seus próprios fantasmas.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s