Vinte e Um

Em meio a um dos meus momentos de obscuridade do meu ciclo, passo a noite em claro pensando e pensando e pensando. Nunca vou conseguir chegar no meu eu verdadeiro, no meu eu bruto, a vejo como uma pequena bolinha de luz ali no centro do meu cérebro, em meio ao caos que é minha mente.… Continue lendo Vinte e Um

Conhecimentos gerais do Goiás

Sendo hoje aniversario da minha amada cidade; talvez o último; ainda no clima do enem, uma pequena homenagem ao meu Goiás. Vamos ver se afinal você é um piquizeiro júnior ou sênior Questão 1 Qual desses presidentes leva o nome de uma importante avenida da capital de Goiás, Goiânia: (A) Dilma Rousseff (primeira presidenta do… Continue lendo Conhecimentos gerais do Goiás

Dezoito

Precisava escrever sobre o novo álbum do Emicida… Tenho sangrado demaisTenho chorado pra cachorro Ano passado eu morriMas esse ano eu não morro Não sei nem como começar a colocar esse sentimento pra fora, as palavras me faltam e como Emicida tem de sobra, me permita usá-las Queria eu guardar tudo que amoNo castelo da minha… Continue lendo Dezoito

O que se há de fazer?

As notícias dos últimos dias vem sendo um frenesi tão grande que não tive tempo nem de ter meus surtos ocasionais; não causados por meus próprios tormentos, os problemas que só existem em minha cabeça. Não, os surtos de agora vem com motivos reais, e acabam sendo bem mais assustadores. É ameaça a democracia, é… Continue lendo O que se há de fazer?

A lenda da filha da Lua e o Mar

Se ele pudesse me ouvir, aqui a beira mar, gritar teu nome. Clamar a Lua por teu retorno, oferecer minhas entranhas por mais um, toque, beijo, suspirar.  Por que Mãe Lua não me ouves? Não fui sempre lhe fiel?  Oh! Maternal Mãe, por que não respondes ao meu rugir? Não vês minha angústia? O total… Continue lendo A lenda da filha da Lua e o Mar

Seca

O silêncio Constante se torna Vai abraçando todos os cantosChega a tomar forma;aos poucos é possível ver essa massa pesada se tornar rígidade nada a fumaçade nevoeiro a líquidode gota a mar.Ele chega e toma tudo,RasgaQueimaNem as cinzas permaneceram,Ele suga cada sussurro. O silêncio, é o que restaA agonia, é o que restaA ansiedade,é o que resta.E desse nada… Continue lendo Seca

Era pra ser mais uma de Halloween…

To aqui, mais um dia tentando escrever uns negócios de Halloween; já que não consigo ler. A ressaca literária ta passando, mas o desespero e ansiedade da leitura atrasada não me deixam.  E mais uma vez conclusão nenhuma disso se tem. Interessado por minha bagunça você não deve estar; tem as próprias pra cuidar, suportar,… Continue lendo Era pra ser mais uma de Halloween…

Dezessete

Ah, minhas ressacas literária… Outubro era para ser o mês onde dedico a ler histórias que estão um pouco fora do que geralmente costumo ler; ou costumava; histórias de terror, de suspense. É claro, que não tenha nenhuma alma penada, e ninguém encapetado pelo capeta; tenho meus limites.  Então, neste maravilhoso mês crio uma grande… Continue lendo Dezessete